A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017

05/09/2011 15:01

Reconstrução de escola tradicional de Dourados vai custar R$ 5,3 milhões

Marta Ferreira
Escola Presidente Vargas será reaberta em 2013 após reconstrução. (Foto: Divulgação)Escola Presidente Vargas será reaberta em 2013 após reconstrução. (Foto: Divulgação)

Saiu hoje o resultado da licitação para as obras de reconstrução da escola estadual Presidente Vargas, uma das tradicionais de Dourados e do interior do Estado. A licitação, no valor de R$ 5,3 milhões, foi dividida em dois lotes, ambos vencidos pela empresa empresa, Luca Assessoria Empresarial.

A escola funciona, há dois anos, em um prédio alugado, distante do prédio antigo, que fica no centro de Dourados.

O Diário Oficial do Estado trouxe hoje a homologação do resultado e agora falta a assinatura do contrato entre o Governo do Estado e a empresa.

O primeiro lote prevê ampliação do prédio, com investimentos de R$ 3,9 milhões. O segundo é para outros ambientes educacionais, no valor de R$ 1,4 milhão. No mês de julho, o governador André Puccinelli havia dado início ao processo licitatório durante visita a Dourados.

A escola, da década de 1950, é considerada um prédio histórico na cidade.

Os recursos vieram de emenda do deputado Geraldo Resende e do atual senador Waldemir Moka, quando deputado, ambos do PMDB. A primeira parcela dos recurso foi liberada o mês passado pelo FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento do Ensino). Foram feitos dois depósitos de R$ 750 mil. A primeira parcela foi liberada no dia 12 e a segunda no dia 20 de julho.

O projeto prevê que a escola mantenha a quantidade de salas de aula, 24, mas ganhe seis laboratórios e outros ambientes educacionais, além de elevador para deficientes físicos e anfiteatro.

Maquete eletrônica de como ficará a Escola Presidente Vargas após reconstrução. (Foto: Reprodução)Maquete eletrônica de como ficará a Escola Presidente Vargas após reconstrução. (Foto: Reprodução)
Pedreiro morre após cair de torre construída por Sisfron na fronteira
O pedreiro Agácito Mautesco, 45 anos, nascido no Paraná, morreu na manhã desta sexta-feira (23) após cair de uma altura de aproximadamente 30 metros ...
Acusado de estuprar a ex é condenado a seis anos de prisão no semiaberto
Um homem de 27 anos foi condenado a seis anos de prisão por estuprar a ex-mulher em Glória de Dourados, a 265 quilômetros de Campo Grande. Segundo in...



Fico feliz com a reconstrução do Estadual como era chamado, pois foi ali que cursei o antigo ginásio nos anos de 1963 a 1965. Velhos e bons tempos aqueles!
 
Jericó Vieira de Matos em 06/09/2011 09:59:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions