ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  22    CAMPO GRANDE 28º

Interior

Famílias recusam vaga e só quatro pacientes seguem para UTI em SP

Familiares não aceitaram a oferta de São Bernardo do Campo e dois vão continuar na fila

Helio de Freitas, de Dourados | 09/06/2021 16:06
Ambulâncias em frente à UPA antes de saírem com pacientes de Dourados (Foto: Adilson Domingos)
Ambulâncias em frente à UPA antes de saírem com pacientes de Dourados (Foto: Adilson Domingos)

Quatro pacientes com quadro grave em decorrência da covid-19 já estão na estrada, sendo levados de ambulância de Dourados para Campo Grande, onde serão embarcados em avião da FAB (Força Aérea Brasileira) para leitos de UTI em São Bernardo do Campo (SP).

No começo da tarde desta quarta-feira (9), a prefeitura havia informado que seis pacientes da fila de espera por vaga em terapia intensiva seriam levados para a cidade paulista, mas duas famílias não autorizaram a transferência e esses pacientes continuam na UPA (Unidade de Pronto Atendimento).

Segundo a prefeitura, a transferência tenta garantir a saúde dos pacientes e melhorar o fluxo na fila de espera de leitos hospitalares, já que não há mais leitos intensivos disponíveis para pessoas com covid-19 em todo Mato Grosso Sul. As 593 vagas em UTI para assistência dos infectados pelo coronavírus estão ocupadas.

Dourados tem taxa de ocupação de 100% há quase três meses e até ontem tinha 35 pessoas aguardando vaga. O município tem ainda 97 pessoas internadas em leitos de enfermaria e 82 em UTI.

Essa é a segunda remoção de pacientes de Dourados para leitos de UTI disponibilizados por outros estados. Na sexta-feira (4), sete douradenses foram levados para Porto Velho (RO). Uma das pacientes, Nine Menani, 52, morreu segunda-feira (7).

Dourados está em lockdown desde o dia 30 de maio, mas os casos positivos continuam em alta. Hoje, a prefeitura informou que mais 342 foram confirmados nas últimas 24 horas. A covid já matou 552 douradenses.

Nos siga no Google Notícias