A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Maio de 2017

10/12/2011 15:57

Gaeco fecha casas de prostituição em Dourados

Paulo Fernandes

Policiais Militares e do Gaeco (Grupo de Atuação Especial e Repressão ao Crime Organizado) com a Promotoria da Infância fecharam na noite de ontem duas casas de prostituição em Dourados (230 km de Campo Grande, na região Sul do Estado).

O primeiro local a ser fechado foi a “Casa de Massagem” na avenida Weimar Gonçalves Torres. Naquele estabelecimento foram presas Marta Terezinha Cardoso, de 44 anos, apontada como dona da casa de prostituição, e Patrícia dos Santos Ávila, de 26, que seria a gerente.

Várias mulheres estavam na casa. Uma delas confirmou, segundo o site Dourados News, que no local funciona uma casa de prostituição. Marta e Patrícia negaram à polícia o gerenciamento das garotas de programa, mas foram detidas e autuadas em flagrantes. Se condenadas, elas podem pegar até 5 anos de prisão.

Apesar de a prostituição não ser ilegal no Brasil, a exploração da profissão (o fomento à prostituição e a contratação de mulheres para atuarem como prostitutas) é crime.

Outra casa de prostituição fechada na operação fica no Jardim Flórida II. O local era conhecido como “antigo Bar da Alice”. Naquele endereço foi presa Maria da Glória Alves Jardim, de 35 anos, acusada também de explorar a prostituição. Ainda segundo o site Dourados News, no local havia cinco mulheres ou mais.

Motéis - Os policiais também foram a alguns motéis de Dourados. Em um dele, foi preso um jovem de 21 anos, que estava no quarto com um adolescente de 16 anos e dois travestis.

O jovem forneceu bebida alcoólica ao adolescente, que estava visivelmente embriagado, mas foi liberado pela polícia após pagar fiança de R$ 545.




Isso porque não fizeram uma buscam surpresa em Campo Grande, pois qui tem muitas casas que necessitam uma busca do GAECO.
 
Elizeu Ernani em 10/12/2011 04:32:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions