ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, DOMINGO  03    CAMPO GRANDE 34º

Interior

Homem é preso após aceitar camionete como pagamento para traficar cocaína

Traficante teria que fazer 5 viagens transportando o entorpecente para quitar o veículo modelo Hilux

Jhefferson Gamarra | 22/09/2022 15:51
Tabletes de cocaína apreendidos com o traficante (Foto: Divulgação)
Tabletes de cocaína apreendidos com o traficante (Foto: Divulgação)

Homem de 42 anos, identificado como Wanderley Pavão Da Silva, foi preso na tarde de ontem (22) pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) transportando 75 quilos de cocaína em uma camionete Hillux, na MS-228, conhecida como Estrada Parque, em Corumbá a 427 quilômetros de Campo Grande.

Durante a abordagem o motorista disse aos policiais que estaria indo fazer um serviço em uma fazenda com o nome de Porto Alegre, onde já estava a cerca de 40 dias. No entanto, não soube informar a localização da fazenda e nem quem seria o proprietário.

Desconfiando do excesso de nervosismo apresentado, os policiais solicitaram que o motorista baixasse o vidro traseiro da caminhonete, quando foram encontradas duas caixas e um saco no assoalho. Indagado sobre o conteúdo, o motorista permaneceu em silêncio.

Em vistoria, os policiais encontraram diversos tabletes de cloridrato e pasta base de cocaína, totalizando 75 quilos. Voluntariamente o motorista confirmou que pegou a droga em um hotel de Corumbá e transportaria por meio de estradas do pantanal até Campo Grande, onde entregaria em um posto de combustíveis.

Ainda em sua declaração o traficante alegou que recebeu a camionete como forma de pagamento pelo transporte da droga. Wanderley informou que ficou combinado que faria 5 viagens transportando drogas durante o ano para pagar a camionete, e que essa seria a segunda viagem. Além do veículo, o traficante também receberia a R$ 25 mil reais por cada viagem.

O motorista foi preso e encaminhado à Polícia Civil em Corumbá (MS), juntamente com a caminhonete e a cocaína.

Nos siga no Google Notícias