ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  02    CAMPO GRANDE 15º

Interior

Homem é preso furtando maconha de carreta em frente à delegacia

Polícia suspeita que pelo menos 300 quilos já tinham sido retirados de carga recorde apreendida no dia 9

Por Helio de Freitas, de Dourados | 19/02/2021 08:56
Policial revista Voyage que estava sem bancos traseiros para transportar grande quantidade de maconha (Foto: Adilson Domingos)
Policial revista Voyage que estava sem bancos traseiros para transportar grande quantidade de maconha (Foto: Adilson Domingos)

Traficantes furtaram pelo menos 300 quilos de maconha de uma carreta bitrem estacionada em frente à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) em Dourados, a 233 km de Campo Grande. O furto foi descoberto ontem (18) e um dos envolvidos está preso.

Maior apreensão de maconha já feita no Brasil, a carga de 29,2 toneladas que está na carreta foi interceptada no dia 9 deste mês na BR-267 por policiais rodoviários federais da delegacia da PRF em Dourados. Por falta de espaço para armazenamento, a carreta com a droga foi deixada em frente à delegacia. A rua lateral é bloqueada e não há tráfego normal de veículos.

A audácia dos criminosos foi descoberta após um investigador da Polícia Civil ser alertado por informante que tabletes de maconha estavam sendo retirados aos poucos da carreta. A Depac fica na Rua Cuiabá, Centro de Dourados, onde funcionam também a 1ª Delegacia de Polícia Civil e a sede do SIG (Setor de Investigações Gerais).

Através das imagens das câmeras de segurança os policiais descobriram que na madrugada de quarta-feira (17) um Voyage preto tinha sido usado para carregar tabletes retirados da carreta.

No início da noite de ontem, dois policiais flagraram o carro parado no local e prenderam Lucas Oliveira Ribeiro, 23, morador na Vila Hilda. Os bancos traseiros do Voyage foram tinham sido retirados para transportar grande quantidade de droga.

Durante vistoria no carro, os policiais encontraram dois tabletes de maconha embaixo do banco do motorista, com embalagem idêntica aos pacotes existentes na bitrem. Ao verificar os semirreboques, os investigadores perceberam fardos de maconha abertos. A quantidade exata da droga retirada ainda é desconhecida, mas pelo buraco aberto na carga os policiais estimaram em pelo menos 300 quilos.

Outro suspeito – Lucas confessou que estava no local para furtar maconha da carreta e disse ter sido contratado para o serviço por homem conhecido como Catarino. Na casa dele, na Vila Hilda, os policiais encontraram os bancos traseiros do Voyage e quatro celulares.

Na casa os policiais encontraram Diego Gomes Moreira, também residente no local. Segundo a polícia, ele tem características físicas semelhantes ao indivíduo flagrado pelas câmeras furtando maconha da carreta na madrugada do dia 17.

Os policiais também apreenderam uma camiseta semelhante à usada pelo autor do furto da madrugada de quarta-feira. Entretanto, os indícios não foram suficientes para comprovar o envolvimento desse segundo suspeito no crime. Por isso, apenas Lucas foi autuado em flagrante por furto e por tráfico de drogas.

Na casa também foram encontrados documentos em nome de Carlos Roberto Gonçalo, que possui diversos antecedentes por tráfico de drogas. A polícia suspeita que ele também resida no local.

Carreta com quase 30 mil quilos de maconha estacionada em frente à delegacia (Foto: Adilson Domingos)
Carreta com quase 30 mil quilos de maconha estacionada em frente à delegacia (Foto: Adilson Domingos)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário