A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019

12/09/2019 19:19

Homem que matou casal na frente da filha é condenado a 62 anos de prisão

“É Deus agindo na nossa vida”, disse réu após ouvir a sentença

Adriano Fernandes
Edmauro Gamarra Vieira durante a sessão de julgamento. (Foto: O Pantaneiro) Edmauro Gamarra Vieira durante a sessão de julgamento. (Foto: O Pantaneiro)

Edmauro Gamarra Vieira foi condenado a 62 anos e três meses de prisão, por ter assassinado a ex-mulher, Airyfer Castro e o seu namorado Igor Quintana Figueiredo de Alcântara, de 21 anos, a facadas em março do ano passado.

Durante a sessão de julgamento, nesta quinta-feira (12) em Aquidauana, cidade onde ocorreu o crime, Gamarra aparentava estar conformado com a situação. “É Deus agindo na nossa vida”, teria dito, conforme o site O Pantaneiro.

Ainda segundo a sentença deferida pelo juiz Ronaldo Gonçalves Onofre, Edmauro foi condenado por homicídio duplamente qualificado - com os agravantes de motivo fútil e recurso que dificultou a defesa da vítima-, e homicídio triplamente qualificado, com as mesmas qualificadoras e o feminicídio.

O crime - Airyfer Castro Elias, 22 anos, e o namorado Igor Quintana Figueiredo de Alcântara, 21 anos, estavam dormindo quando foram atacados a facadas no dia 17 de março do ano passado. O suspeito teria pulado o muro e aproveitado a porta destrancada.

O rapaz morreu no local e corpo foi encontrado na varanda, perto do portão. A moça foi levada para o hospital, mas não resistiu. No dia do assassinato do casal, a filha de Airyfer, de apenas 7 anos, presenciou o crime.

Atualmente ela está fazendo tratamento psicológico para amenizar traumas sofridos. Após a prisão do acusado até mesmo a casa onde ele morava com a mãe foi incendiada por pessoas revoltadas com o crime.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions