A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019

07/08/2019 20:00

Jovem que matou "rival" a mando do PCC é condenado a 22 anos de prisão

Adriano Fernandes
Policiais e pericia no local onde ocorreu o crime. (Fotos: Rio Brilhante em Tempo Real)Policiais e pericia no local onde ocorreu o crime. (Fotos: Rio Brilhante em Tempo Real)

Matheus de Oliveira Freire, de 23 anos, foi condenado a 22 anos de prisão por ter assassinado José Fernando dos Santos em Rio Brilhante, cidade a 163 quilômetros de Campo Grande. Matheus, também conhecido como “cara de porco” é membro do PCC (Primeiro Comando da Capital) e teria matado o outro jovem, por ele ser simpatizante da facção rival CV (Comando Vermelho).

O crime teria sido uma ordem do PCC e ocorreu em setembro de 2017. Na ocasião, Matheus e um adolescente de 17 anos, invadiram a residência da vítima na Rua Antônio João, no Bairro Vila Nova Esperança e mataram José Fernando com 7 tiros de calibre 38 em seu quarto. Os tiros acertaram o rosto, cabeça e perna da vítima.

Como a irmã do adolescente já tinha "ficado" com a vítima, os acusados se passaram por ela pelo  WhatsApp e combinaram um encontro com José para ter certeza que o mesmo estaria em casa. O outro envolvido, hoje com 19 anos, cumpre pena na PED (Penitenciaria Estadual de Dourados), por tentativa de homicídio quando ainda estava internado na UNEI De Dourados, devido ao envolvimento do assassinato de José Fernando. Na UNEI ele teria tentado matar outro interno.

O júri de “cara de porco” ocorreu nesta terça-feira (06) em Rio Brilhante e foi presidido pelo juiz da vara criminal Jorge Tadashi Kuramoto. Ele foi condenado a 22 anos de prisão por homicídio qualificado por motivo torpe e recurso que dificultou na defesa da vítima além de corrupção de menores.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions