A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

07/03/2019 20:14

Juiz manda devolver dinheiro apreendido de empresário vítima de atentado

Empresário José Pereira Barreto, de 38 anos, foi alvo de uma atentado comandado pela própria esposa que está presa

Adriano Fernandes e Helio de Freitas
Parte do dinheiro apreendido após o atentado ao empresário. (Foto: Adilson Domingos) Parte do dinheiro apreendido após o atentado ao empresário. (Foto: Adilson Domingos)

O juiz Luiz Alberto de Moura Filho, da 1ª Vara Criminal de Dourados, determinou a devolução dos R$ 450 mil do empresário José Pereira Barreto, de 38 anos, que haviam sido apreendidos após atentado a vítima em fevereiro deste ano, na cidade.

A mala com o dinheiro foi encontrada na residência do empresário pela Rua Araguaia, no Jardim Água Boa, onde também estava uma pistola calibre 9 milímetros, de uso restrito. 

O pedido de devolução dos valores para José Pereira foi feito por seus advogados, Rubens Dariu Saldivar Cabral e Celso Eduardo de Albuquerque Berthe. José Pereira é dono da empresa de viagem e turismo Euro Tur, localizada na Rua Onofre Pereira de Matos, na área central de Dourados.

Atentado - Valdirene Fiorentino da Silva, 35, esposa da vitima é quem teria contratado os pistoleiros para matarem o esposo. Barreto foi ferido com três tiros quando seguia na caminhonete, no cruzamento das ruas Mato Grosso e Cuiabá, em Dourados.

No veículo os policiais também encontraram exatos R$ 63,605,00 em dinheiro. Os atiradores estavam em duas motos. Eles e outras cinco pessoas, entre elas a mulher do empresário, estão presos por envolvimento no crime.

Pedro Jorge Braga Cancio Junior, 29, funcionário da Eurotur, confessou ter planejado com a mulher do patrão o assassinato do empresário. Há indícios de que os dois eram amantes.

Ele e os outros envolvidos – Leandro Alves Gonçalves, 24, David Jonathan dos Santos, 29, João Paulo Alves Cardoso, 26, Paulo Vitor dos Santos, 32, e Charles Barros de Lima Ribeiro, 21 – estão na PED (Penitenciária Estadual de Dourados). Já Valdirene está detida no presídio feminino de Jateí.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions