A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 28 de Maio de 2017

29/01/2013 13:47

Justiça derruba liminar que mandava tirar índios de área em Dourados

Gabriel Neris

O TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) cassou a liminar da Justiça Federal de Dourados que determinava a retirada de indígenas de uma área na fazenda Curral de Arame. Os índios poderão ficar no local por mais 120 dias até que seja realizada a perícia topográfica e antropológica definindo qual área pertencerá à Reserva Indígena.

O pedido de suspensão foi do MPF (Ministério Público Federal) e da Funai (Fundação Nacional do Índio). Desde 2011 vivem 47 famílias na fazenda e uma área de 26,9 hectares, onde cultivam milho, mandioca e abóboras. O MPF argumenta que a área ocupada faz parte da Reserva Indígena de Dourados.

Atualmente são 13 mil indígenas das etnias guarani-kayowá/ñandeva e terena. A Reserva está localizada na zona norte de Dourados, a 3,5 km da região central e é considerada a reserva indígena mais violenta do país.

Mato Grosso do Sul conta com a segunda maior população indígena do Brasil, com cerca de 70 mil pessoas divididas em várias etnias. Os indígenas ocupam 0,2% das terras indígenas.

Carro é abandonado com mais de 400 kg de maconha
Um carro Ford Ka prata com placas de Dourados, foi encontrado na manhã deste domingo (28) abandonado na rua Benjamin Constant em Rio Brilhante, a 163...
Pescadores do Paraná são multados em R$ 5,3 mil por pesca ilegal em rio de MS
A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou quatro pessoas, três deles do Paraná, por pesca ilegal durante fiscalização no rio Ivinhema, ocorrida de sáb...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions