A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Maio de 2017

05/05/2011 16:45

Ministério Público apura irregularidades na Superintendência do Dnit

Viviane Oliveira

O órgão regional tem 15 dias para responder

O MPF (Ministério Público Federal) instaurou inquérito civil público nesta quinta-feira (5) para apurar irregularidades na Superintendência do Dnit (Departamento de Infra-Estruturas de Transporte) em Mato Grosso do Sul. A intenção é verificar a atuação do órgão na rodovia BR-158 em Paranaíba, cidade distante 422 quilômetros de Campo Grande.

Trecho da rodovia na altura do Km 94, que passa dentro do município, se tornou perigoso para a população. Foi encaminhada a recomendação para o órgão, após uma denúncia de uma pessoa que relatou vários acidentes com morte na rodovia e a dificuldade que os moradores têm em atravessar o trecho que passa por dentro do perímetro urbano.

O inquérito vai apurar se o departamento está tomando as medidas necessárias para garantir a segurança dos pedestres. No local havia uma lombada eletrônica que foi desativada, e o trânsito ficou mais perigoso. Inclusive o trecho é utilizado por crianças que vão para a escola. Então o MPF recomendou que o Dnit implante ali um método eficiente para reduzir os acidentes no local.

Foi sugerido pelo procurador da República Leonardo Augusto Guelfi, que fosse reativada a lombada, ou que implantasse a sinalização para alertar os motoristas que no trecho tem pedestre transitando. A representação foi protocolada hoje, o órgão regional tem15 dias para responder. Se o Dnit não respeitar, o MPF pode aplicar medidas judiciais cabíveis.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions