ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SÁBADO  25    CAMPO GRANDE 14º

Interior

Ministro renova presença da Força Nacional na fronteira e aldeias

Portaria foi assinada pelo ministro Ricardo Lewandoski, sendo válida por 90 dias

Por Silvia Frias | 12/04/2024 15:47
Indígenas da comunidade Pyelito Kue/Mbaraka’y, em Iguatemi (Foto: Amanda Cury/Funai)
Indígenas da comunidade Pyelito Kue/Mbaraka’y, em Iguatemi (Foto: Amanda Cury/Funai)

Portaria do Ministro da Justiça e Segurança Pública autorizou o uso da Força Nacional na região de fronteira e nas aldeias indígenas localizadas no conesul, renovando a presença da equipe para garantir a ordem pública e integridade das pessoas e patrimônio.

A portaria foi publicada hoje no Diário Oficial da União, assinada pelo ministro Ricardo Lewandoski, sendo válida por prazo de 90 dias.

A operação terá apoio logístico da Polícia Federal, que deve dispor da infraestrutura necessária à Força Nacional. O contingente a ser disponibilizado obedecerá ao planejamento definido pela diretoria da Força Nacional, da Secretaria Nacional de Segurança Pública e do Ministério da Justiça.

Em dezembro de 2023, o emprego da Força Nacional na região de fronteira já havia sido determinado, também pelo prazo de três meses, três dias após denúncia de ataque à comunidade indígena em Iguatemi, a 412 km de Campo Grande, a Pyelito Kue/Mbaraka’y, na fronteira com Paraguai.

Há pelo menos 12 anos, os indígenas lutam pela demarcação das terras. A fazenda disputada tem 2.387 hectares e faz parte da Terra Indígena Iguatemipegua I, apontada em estudo antropológico da Funai (Fundação Nacional dos Povos Indígenas).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias