A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

19/05/2016 11:51

Moradores de MS vão ao Paraguai para tomar vacina de graça

Procura por vacina que no Brasil é controlada aumentou tanto que autoridades de saúde de Pedro Juan Caballero estão pedindo para os paraguaios também se vacinarem contra a gripe

Helio de Freitas, de Dourados, e Mariana Castelar
Com identidade na mão, brasileiro espera na fila para tomar vacina contra a gripe em hospital de Pedro Juan Caballero, hoje de manhã (Foto: Leo Veras)Com identidade na mão, brasileiro espera na fila para tomar vacina contra a gripe em hospital de Pedro Juan Caballero, hoje de manhã (Foto: Leo Veras)
Brasileiro postou no Facebook foto da carteirinha de vacinação no Paraguai (Foto: Reprodução)Brasileiro postou no Facebook foto da carteirinha de vacinação no Paraguai (Foto: Reprodução)

Sul-mato-grossenses fora dos grupos considerados de risco pelo Ministério da Saúde e que não conseguiram tomar a vacina contra a gripe durante a campanha iniciada no dia 30 de abril no Brasil, estão procurando hospitais e clínicas do Paraguai para receber a dose, de graça.

Em Naviraí, cidade a 366 km de Campo Grande, onde a gripe transmitida pelo vírus Influenza H1N1 já matou quatro pessoas e provocou a antecipação das férias escolares, os moradores estão se organizando em caravanas para procurar a vacina em Salto Del Guairá, de Departamento de Canindeyú.

A cidade paraguaia fica a 127 km de Naviraí, próxima a Mundo Novo, mas outros moradores estão procurando a vacina ainda mais longe, em Pedro Juan Caballero, que fica a 249 km de distância, cidade vizinha a Ponta Porã.

O Campo Grande News apurou hoje que a “invasão” ao território paraguaio não é feita apenas por moradores de Naviraí. Cidadãos de outros municípios sul-mato-grossenses na fronteira com o país vizinho também estão fazendo o mesmo na esperança de se proteger da doença que já matou 20 pessoas neste ano em MS.

Na manhã de hoje (19), dezenas de brasileiros, principalmente residentes em Ponta Porã, foram ao Hospital Regional de Pedro Juan Caballero para tomar a vacina. Ao contrário de dias anteriores, hoje tinha fila para a imunização, porque os paraguaios também começaram a procurar a dose.

Alerta paraguaio – Com tanto brasileiro atrás da vacina gratuita e disponível para qualquer faixa etária – ao contrário do Brasil, onde a dose só foi disponibilizada para os chamados grupos de risco –, as autoridades paraguaias fizeram um alerta a seus cidadãos para que também procurem se vacinar contra a gripe.

O comunicado, divulgado em redes sociais do Paraguai, chama os cidadãos paraguaios para procurarem o Hospital Regional de Pedro Juan Caballero.

“Solicita-se à população a ir até o centro de saúde do hospital regional de Pedro Juan Caballero para tomar a dose contra a Influenza N1H1, tendo em vista que na vizinha cidade de Ponta Porã já não tem mais doses, motivo pelo que os brasileiros estão passando no hospital regional para tomar a vacina de forma gratuita e livremente só com a apresentação da cédula de identidade. É de vital importância que a população da cidade de Pedro Juan Caballero se informe e possa tomar a vacina de forma gratuita antes que acabe”, afirma o comunicado.

Prefeito critica regras – O prefeito de Naviraí, Léo Matos (PSD), critica a falta de vacina para toda a população, principalmente em sua cidade, que enfrenta risco de uma epidemia de gripe: “O governo federal tomou medidas que não condizem com a realidade. Há vacina para alguns grupos de risco, mas e não é disponibilizada para as prefeituras comprarem. Por conta disso, muitas pessoas estão indo para o Paraguai para se vacinar”, afirmou.

De acordo com o boletim diário sobre os casos de gripe, disponibilizado desde ontem pela Vigilância Epidemiológica de Naviraí, 56 casos suspeitos da doença já foram notificados neste ano. São 27 confirmados, 14 negativos e 15 aguardam resultado de exame.

Quatro pessoas morreram – três mulheres de 56, 66 e 69 anos e um homem de 89 – e nove pessoas continuam internadas em decorrência de complicações provocadas pelo vírus.

Brasileiro elogia Paraguai – O brasileiro Henrique Benitez usou a rede social Facebook para elogiar o atendimento da saúde paraguaia. Ele postou uma foto tomando vacina contra a gripe em Pedro Juan Caballero.

“Quero parabenizar ao país vizinho Paraguai por atender sem nenhuma restrição ao brasileiro a vacina H1N1. Enquanto isso, o Brasil... Vergonha! Que lástima!”, escreveu. (Colaborou Leo Veras, de Pedro Juan Caballero)

Procura aumentou tanto que governo paraguaio alertou moradores locais a tomarem vacina antes que acabe (Foto: Leo Veras)Procura aumentou tanto que governo paraguaio alertou moradores locais a tomarem vacina antes que acabe (Foto: Leo Veras)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions