A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019

06/02/2019 10:53

Moradores denunciam poluição provocada por fábrica de cimento

Em Corumbá, um pó preto sai das chaminés da fábrica e fica suspenso no ar por meia hora

Bruna Kaspary
No inquérito foram anexadas fotos que mostram a sujeira que seria provocada pela fábrica (Foto: Divulgação)No inquérito foram anexadas fotos que mostram a sujeira que seria provocada pela fábrica (Foto: Divulgação)

Os moradores de Corumbá - cidade a 419 km de Campo Grande – denunciaram uma fábrica de cimentos por poluição. Segundo eles, enquanto a empresa está funcionando, um pó preto sai pelas chaminés e fica suspenso até meia hora depois que as máquinas são desligadas, provocando a sujeira das casas ao redor.

Em setembro do ano passado os moradores fizeram a denúncia ao Ministério Público Estadual alegando que, como forma de tentar disfarçar os danos provocados, a fábrica da Votorantim cimentos funciona 20 dias seguidos e faz um intervalo de dez.

Na última sexta-feira (1°) o ministério instaurou um inquérito civil para investigar a denúncia. Segundo os moradores, enquanto a fábrica está em funcionamento essa poeira é despejada pelas chaminés.

Eles não sabem dizer exatamente se esse pó é resíduo de algum material ou mesmo se é nocivo à saúde. O MPE aguarda o resultado de uma análise solicitada para medir a respeito da quantidade de poluição que está sendo produzida pela fábrica e os riscos.

A empresa já foi notificada sobre do inquérito e foi estabelecido um prazo de dez dias para que ela se pronuncie a respeito da denúncia.

Em nota, a assessoria da Votorantim diz que a empresa opera de acordo com as normas legais em relação ao meio ambiente e controle de emissões, com constantes medições e relatórios disponíveis, apresentados periodicamente aos órgãos competentes. A empresa informou que está investindo, em 2019, na modernização de sua operação e em sistemas de controle de emissões de material particulado. Este projeto já está em andamento, com investimento de R$ 11,3 milhões.

#Matéria alterada para acréscimo de informações às 12h49

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions