ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 14º

Interior

Mototaxista preso em operação usava profissão para atender facção

Segundo investigação, criminosos tentavam não levantar suspeitas da polícia

Por Clayton Neves | 11/05/2021 17:10
Dinheiro, drogas e balança apreendidas na operação. (Foto: Polícia Civil)
Dinheiro, drogas e balança apreendidas na operação. (Foto: Polícia Civil)

Suspeito de fazer parte de facção criminosa, mototaxista que não teve identidade divulgada foi preso em operação da Polícia Civil nesta terça-feira (11), em Bataguassu. Segundo investigações, ele usava a profissão para fazer entregas de drogas sem levantar suspeita.

Ao todo, a “Operação Importunus” cumpriu seis mandados de prisão preventiva contra o grupo criminoso que atuava em Bataguassu e Santa Rita do Pardo. Algumas das ordens de prisão foram emitidas contra criminosos que já cumpriam pena em presídios.

Além do mototaxista, outras duas pessoas foram presas e uma adolescente, de 15 anos, apreendida em flagrante. A primeira prisão foi de criminoso responsável por fornecer e distribuir a droga do grupo criminoso. Na casa dele, no Bairro Jardim Campo Grande, policiais apreenderam maconha e crack, balanças de precisão e dinheiro. A menor de idade também estava no imóvel.

Uma terceira integrante da facção, que vendia a droga, também foi presa em Santa Rita do Pardo. Além das prisões, foram apreendidos um carro e uma moto usados para cometer crimes.

Nos últimos 30 dias operações da Polícia Civil já cumpriram 14 prisões em Santa Rita do Pardo e Bataguassu, após investigações contra o tráfico de drogas.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário