A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

25/01/2016 10:52

MPE recomenda que mais duas cidades não gastem com Carnaval

Priscilla Peres
Em 2014, prefeitura afirma que Camafolia recebeu 10 mil pessoas. (Foto: Prefeitura de Camapuã)Em 2014, prefeitura afirma que Camafolia recebeu 10 mil pessoas. (Foto: Prefeitura de Camapuã)

O MPE/MS (Ministério Público Estadual) recomendou que mais duas cidades de Mato Grosso do Sul não façam Carnaval neste ano. Camapuã e Figueirão entraram hoje, para a lista que agora tem oito cidades nestas condições.

De acordo com a recomendação publicada no Diário Oficial de hoje, o promotor de Justiça Douglas Silva Teixeira, recomenda que ambos os prefeitos não utilizem verba pública para realizar festas de Carnaval neste ano.

Para justificar a ação, ele usa vários argumentos como o "dever da boa administração", para a boa aplicação de recursos públicos. E que as despesas que seriam gastas com festa de Carnaval, pode ser aplicado em áreas prioritárias.

O promotor cita ainda, que no ano passado a prefeitura de Camapuã gastou R$ 100 mil com despesas para a realização do "Camafolia" e, que isso não configura um interesse primário e sim governamental, nem sempre identificado com o interesse da sociedade.

Douglas Teixeira deu prazo de cinco dias para que os prefeitos informem à promotoria, por escrito, sobre a decisão do Carnaval e as medidas adotadas.

Ao Campo Grande News, o prefeito de Camapuã Marcelo Duailibi, disse que o Carnaval é tradicional na cidade e uma maneira de levar diversão para a população, mas que diante da recomendação está revendo se fará a festa ou não. "Vamos decidir até amanhã", disse.

De acordo com ele, a festa é realizada há sete anos e é uma forma de agregar a população de 15 mil habitantes que não tem condições financeiras de viajar para outros locais. "Sempre fizemos na intenção de trazer pessoas para cá, mesmo que sejam os parentes. Geralmente tem um movimento bom", disse.

Já a prefeitura de Figueirão informou que não tem o hábito de fazer festa de Carnaval. Como de costume, esse ano não haverá.

MPE faz 3ª recomendação para que prefeitura cancele festa de Carnaval
O MPE/MS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) publicou recomendação hoje (19), à prefeitura de Fátima de Sul, a 246 quilômetros de Ca...
Prefeito de Rio Brilhante é aconselhado por promotora a não gastar com carnaval
A promotora Rosalina Cruz Cavagnolli, recomendou ao prefeito de Rio Brilhante, Sdney Foroni, que não aplicou recursos públicos na organização do Carn...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions