A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 16 de Fevereiro de 2020

14/02/2020 15:50

Mulher leva maconha na azeitona de maionese para filho comer no presídio

A droga estava mistura na maionese que seria entregue a um dos internos da unidade prisional, que cumpre pena por tráfico

Geisy Garnes
Droga estava escondida dentro das azeitonas misturadas na maionese (Foto: Divulgação Agepen)Droga estava escondida dentro das azeitonas misturadas na maionese (Foto: Divulgação Agepen)

A mãe de um interno da Penitenciária de Dois Irmãos do Buriti – a 83 quilômetros de Campo Grande – foi presa ao tentar entrar na unidade com porções de maconha escondidas dentro de azeitonas misturadas na maionese. Para a polícia, a mulher de 51 anos negou saber que tinha droga na comida que entregaria ao filho.

O caso aconteceu durante as visitas de domingo, 9 de fevereiro, mas só foi divulgado nesta sexta-feira (14). A mulher chegou ao presídio com três vasilhas cheios de comida para o filho, identificado como Welisson Henrique de Souza Vieira, de 26 anos – preso na cela 12 do Raio III da unidade.

No entanto, durante a vistoria, os agentes penitenciários encontraram pequenas porções de droga escondidas dentro das azeitonas que estavam misturadas a maionese. Foram 24 papelotes ao todo, que pesaram cerca de 21 gramas da droga.

A mulher foi presa em flagrante e levada para a delegacia da cidade. Em depoimento, negou saber da droga na comida. Contou à polícia que no dia anterior recebeu a visita de uma mulher desconhecida. Ela se apresentou como amiga de Welisson, entregou a maionese já pronta e pediu para que ela entregasse ao filho.

Sem questionar, ou abrir a vasilha, ela guardou a maionese na geladeira e esperou até a hora da visita. Após audiência de custódia, a mulher ganhou a liberdade, mas foi proibida de entrar em presídios e de ficar mais de oito dias longe de casa sem autorização da justiça. Ela ainda precisa comparecer bimestralmente em juízo e não pode faltar a nenhuma etapa do processo.

Welisson cumpre pena por tráfico de drogas. Ele foi condenado a 11 anos e dois meses pelo crime após ser flagrado com três toneladas de maconha e 23 de cocaína, em um caminhão roubado. O caso aconteceu no dia 1º de janeiro de 2017, em uma estrada de Laguna Carapã. A droga deveria ser entregue na cidade de Rio Verde, em Goiás.

Ao todo foram encontradas 24 porções de maconha (Foto: Divulgação Agepen)Ao todo foram encontradas 24 porções de maconha (Foto: Divulgação Agepen)
A droga pesou pouco mais de 21 gramas (Foto: Divulgação Agepen)A droga pesou pouco mais de 21 gramas (Foto: Divulgação Agepen)
Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions