A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Janeiro de 2018

22/07/2016 21:35

Mulheres presas participam de pesquisa da UFMS sobre o vírus HPV

Nyelder Rodrigues

Mulheres que estão presas na unidade penal de Três Lagoas - cidade localizada a 338 km de Campo Grande - participaram de uma ação desenvolvida pela UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) para detectar e avaliar os tipos de vírus HPV que estão circulando na região leste do Estado.

Contando com apoio da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciária), o projeto também quer apurar a resposta imunológica destas mulheres, estabelecendo um padrão regional de comportamento sobre a incidência do HPV (Papilomavírus Humano) no local.

O projeto foi retomado no mês passado na unidade prisional e consiste no atendimento de todas as custodiadas, com a realização também de entrevistas, orientações e encaminhamentos para exames. Acadêmicos de Medicina e Enfermagem participam da ação, que beneficia os estudantes e as mulheres pesquisadas.

"Proporciona uma importante oportunidade de estágio para os acadêmicos graduandos do curso e também presta um excelente atendimento às reeducandas, que passam por consultas minuciosas, coletas de exames preventivos, etc", destaca a coordenadora do curso de Medicina em Três Lagoas, Tatiane Passalacqua.

Os atendimentos da equipe da UFMS no presídio ocorrem duas vezes por semana, nos quais são atendidas, em média, sete detentas por dia. A intenção é que todas as custodiadas sejam assistidas até agosto no local.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions