ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 30º

Interior

Município registra quase 13 mil raios nos primeiros cinco dias de 2017

Das 91.141 descargas atmosféricas que atingiram MS no período, mais de 14% ocorreram na região pantaneira

Por Elci Holsback | 09/01/2017 12:01
Mais de 91 mil raios foram registrados em MS nos primeiros dias do ano (Foto: Arquivo/CG News)
Mais de 91 mil raios foram registrados em MS nos primeiros dias do ano (Foto: Arquivo/CG News)

Somente nos cinco primeiros dias deste ano, 91.141 raios atingiram Mato Grosso do Sul e Corumbá - distante 419 km de Campo Grande foi o município com maior registro, totatlizando 12.904 descargas atmosféricas ou 14% do total de raios no Estado.

Segundo o site Diário Corumbaense, a última quinta-feira (5) foi o dia com maior incidência, quando o  Grupo STORM-T/IAG da USP (Universidade de São Paulo) registrou 9.713 raios no município da região pantaneira. O levantamento foi divulgado no site Raios On-line.

O dia com menor registro de queda de raios foi 1° de janeiro, com apenas 29 casos. Em comparação com o mesmo período do ano passado, o registro de raios está menor em 2017. No ano passado, entre os dias 1º a 05 de janeiro, foram detectadas 36.275 descargas atmosféricas em Corumbá e 56.001 em Mato Grosso do Sul. 

Riscos - De acordo com o grupo ELAT (Eletricidade Atmosférica), a chance de uma pessoa ser atingida diretamente por um raio é muito baixa, em média menor que 1 para 1 milhão de descargas. Mas a probabilidade aumenta caso a pessoa esteja em área sem cobertura em caso de uma tempestade forte, quando as chances aumentam em até 1 para 1 mil.

Caso atinja uma pessoa, a corrente do raio pode causar queimaduras em diversas partes do corpo. A maioria das mortes de pessoas atingidas por raio é causada por parada cardíaca e respiratória e, em geral, os sobreviventes sofrem por um longo tempo de sequelas psicológicas e orgânicas.

Na última sexta-feira (6) um homem foi atingido por raio durante tempestade em Três Lagoas - distante 338 km de Campo Grande. Segundo informações da assessoria de imprensa da prefeitura, a vítima foi encaminhada ao Hospital Nossa Senhora Auxiliadora e passa bem.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário