A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Fevereiro de 2017

25/11/2013 16:47

Obras de esgotamento sanitário elevam a 65% a cobertura em Dourados

Zemil Rocha
Solenidade de inauguração da estação de tratamento em Dourados (Foto: divulgação)Solenidade de inauguração da estação de tratamento em Dourados (Foto: divulgação)

Dourados vai passar a ter 65% de coleta e tratamento com a com a inauguração das obras de ampliação da estação de tratamento de esgoto, a ETE Água Boa, que foi entregue na manhã desta segunda-feira, 25 de novembro, pelo governador do Estado, André Puccinelli, e o presidente da Sanesul, José Carlos Barbosa. Maior cidade atendida pela Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul), Dourados no ano 2006 possuía menos 20% de coleta e tratamento de esgoto

Participaram da solenidade de entrega da ETE Água Boa o gerente de projeto da Secretaria Nacional de Saneamento do Ministério das Cidades, Cezar Scherer, o prefeito de Dourados, Murilo Zauith, deputados federais e estaduais, além dos vereadores e funcionários da empresa.

A obra, que custou R$ 36 milhões, assegurou a ampliação da ETE Água Boa, que antes tratava 40 litros por segundo e agora passa a receber o esgoto de mais 20 bairros, devendo tratar 110 litros por segundo. São mais 200 quilômetros de rede, o que significa quase 17 mil residências ligadas à rede de esgoto. “Com a conclusão desta obra, água limpa será devolvida ao meio ambiente e chegaremos ao índice de 65% de esgoto coletado e tratado”, destacou José Carlos Barbosa.

Segundo ele, a vinda dos recursos para execução dessa obra decorreu dos “bons projetos” apresentados pela Sanesul desde 2007, quando Puccinelli assumiu o governo e lhe delegou a missão de comandar a empresa. “Também não podemos deixar de destacar o apoio da nossa bancada federal, estadual e municipal, além da parceria com o governo federal”, enfatizou o presidente da Sanesul.

No pacote de obras foram construídas cinco elevatórias, 5.039 metros de emissário, 3.036 metros de coletor tronco, 346.763 metros de rede coletora de esgoto e 16.825 ligações domiciliares de esgoto, além da implantação de sistema de supervisão. Os recursos investidos são próprios da empresa e do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 1).

O gerente regional da Sanesul, Paulo Torraca, explica que hoje Dourados possui três estações de tratamento de esgoto: a ETE Água Boa, que foi ampliada e ficará responsável por tratar 35% do esgoto coletado da cidade dos bairros Grande Água Boa, Vista Alegre, Canaã III, Vila Industrial, entre outros; a ETE Guaxinim, que é responsável por 50%; e a Laranja Doce, por aproximadamente 25%.

Nesta segunda-feira, também foi entregue o projeto básico e executivo, estudo populacional e de concepção para o sistema de abastecimento de água e melhorias. Os recursos aplicados são próprios e chegam a R$ 645,1 mil.

 

Homem é socorrido em estado grave após ser ferido com cinco facadas
Jovem de 26 anos foi ferido com pelo menos cinco facadas, na madrugada de hoje (26), na Avenida Brasil, no Bairro Centro, em Campo Grande. Genaro Fl...
Homem é preso por comércio ilegal e 216 kg de pescado são apreendidos
Equipes da PMA (Polícia Militar Ambiental) e Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) prenderam em Anastácio - cidade localizada a 1...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions