ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, SEXTA  01    CAMPO GRANDE 26º

Interior

Paraguai investiga morte de mulher por overdose em motel da fronteira

Morte ocorreu no domingo à noite; mulher de 28 anos foi levada para uma clínica particular, mas morreu antes de ser atendida

Helio de Freitas, de Dourados | 07/08/2018 12:23
Liz Rossana morreu após overdose e polícia investiga quem estava com ela em motel (Foto: Divulgação)
Liz Rossana morreu após overdose e polícia investiga quem estava com ela em motel (Foto: Divulgação)

Mais uma morte misteriosa chama a atenção na Linha Internacional entre Pedro Juan Caballero, no Paraguai, e Ponta Porã, cidade sul-mato-grossense a 323 km de Campo Grande.

Na noite de domingo (5), a paraguaia Liz Rossana Meza Morán, 28, passou mal em um motel de Pedro Juan e morreu logo após ser socorrida para uma clínica particular da cidade. A suspeita é que ela tenha sofrido uma overdose por uso de cocaína.

Nesta terça-feira (7), o departamento de investigações da Polícia Nacional e a Promotoria de Justiça iniciaram a investigação para descobrir as circunstâncias da morte.

Segundo policiais que acompanham o caso, Liz Rossana teria sido levada à clínica particular San Lucas, em Pedro Juan Caballero, por uma amiga, chamada até o motel após Liz Rossana desmaiar.

As pistas levantadas até agora revelam que Liz Rossana e seus acompanhantes, ainda não identificados, teriam usado droga e a mulher desmaiou. Em seguida, as outras pessoas deixaram o apartamento e desapareceram.

Liz foi levada para a clínica pela amiga, que não estava no motel e foi ao local para socorrer a amiga. Quando a mulher chegou à clínica no carro da amiga, os médicos constataram que ela já estava morta.

A investigação conduzida pela promotora Sandra Díaz tenta identificar as pessoas que estavam com Liz Rossana no motel. A suspeita é de que sejam pessoas conhecidas na fronteira.

Nos siga no Google Notícias