A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

20/01/2016 16:07

Passarela provisória é construída onde ponte de concreto desabou

Mariana Rodrigues
A ponte vai facilitar a travessia dos moradores. (Foto: Direto da Ruas)A ponte vai facilitar a travessia dos moradores. (Foto: Direto da Ruas)

Uma passarela foi erguida no lugar da ponte de concreto que caiu em Guia Lopes da Laguna, distante 227 quilômetros de Campo Grande, no dia 2 de janeiro devido as chuvas. A passagem é uma alternativa para dar acesso a pedestres e ciclistas até a cidade de Antônio João.

Segundo informações do presidente da Câmara de Vereadores de Guia Lopes, Rodrigo Arruda (PMDB), a passarela provisória foi um pedido dos vereadores para atender a população, militares ficam 24 horas auxiliando a travessia e fornecendo coletes salva vidas para a população. "Nós pedimos para o comandante da 4ª Companhia de Engenharia Mecanizada de Jardim para construir a passarela e eles atenderam e também estão auxiliando a travessia 24 por dia", conta ele sobre a construção da passarela que está funcionando desde segunda-feira (18).

Arruda informou ainda que na última sexta-feira (15), os vereadores, juntamente com o prefeito Jácomo Dagostin de Guia Lopes e o secretário de Infraestrutura de Mato Grosso do Sul, Marcelo Miglioli se reuniram para discutir sobre a possibilidade da construção de uma ponte flutuante sobre o rio Santo Antônio para beneficiar a travessia de veículos.

O secretário entrou em contato com o CMO (Comando Militar do Oeste) para que fosse feitos estudos para a implantação dessa ponte. A previsão, caso ela seja construída, é que fique pronta em até seis meses. Porém os custos ainda serão avaliados.

"Estamos aguardando a resposta, mas precisamos desta ponte flutuante para que possamos reformar a ponte do Gringo que é de madeira e está sendo utilizada no momento, mas ela tem limitações para a passagem de caminhões de grande porte", conta.

A ponte do Gringo é municipal, mas diante do decreto de emergência, o Governo do Estado estado vai assumir a reforma da ponte que é de madeira. O vereador disse ainda que como uma outra ponte de madeira que ficava sobre o Rio Santa Tereza, que liga o município a Antônio João, ambas serão reformadas por dispensa de licitação.

A preocupação agora é com o escoamento da soja, segundo o vereador, os produtores terão que fazer um desvio por Antônio João e fazer o percurso de Vista Alegre para chegar a Maracaju. "Com esse trajeto a viagem vai aumentar em mais de 100 km", diz.

O presidente da Casa de Leis adiantou ainda que o Miglioli confirmou que o Governo do Estado vai fornecer maquinários, caminhões e patrolas para recuperar as vias do município e estradas vicinais afetadas pela chuva.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions