A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

04/08/2016 16:34

Polícia tenta controlar rebelião; detentos estão com armas artesanais

Fernanda Yafusso e Helio de Freitas
Da rua, é possível ver fumaça dentro de presídio, onde presos se rebelaram (Foto: Direto das Ruas)Da rua, é possível ver fumaça dentro de presídio, onde presos se rebelaram (Foto: Direto das Ruas)

Os presos da Penitenciária de Segurança Máxima de Naviraí, cidade 366 km ao sul de Campo Grande, em rebelião desde o início da tarde desta quinta-feira (4), estariam usando armas artesanais para manter o motim, de acordo com Ailton Stroppa, diretor-presidente da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário).

Segundo Stroppa, o confronto teria sido iniciado com xingamentos entre os detentos, mas o motivo da discussão ainda não teria sido identificado. "A situação está sendo controlada pelos agentes e pela Polícia Militar. Existe uma possibilidade de os internos estarem munidos com armas artesanais, mas estamos controlando a situação para que ela não piore", esclareceu.

Atualmente existem 578 internos na penitenciária de segurança máxima de Naviraí. A rebelião é formada por detentos de três pavilhões, que reúnem aproximadamente 400 presos. Ainda de acordo com diretor presidente da Agepen, não há feridos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions