A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 24 de Agosto de 2019

25/03/2019 08:57

PRF apreende cigarro paraguaio que abasteceria comércio da Capital

Os 45 mil pacotes estavam em caminhão que saiu de Mundo Novo; motorista já tinha sido preso por contrabando, em 2015

Helio de Freitas, de Dourados
Carga de cigarro paraguaio, apreendida pela PRF em Dourados (Foto: Divulgação)Carga de cigarro paraguaio, apreendida pela PRF em Dourados (Foto: Divulgação)

Mesmo com vários líderes presos, a Máfia do Cigarro continua forte na região de fronteira com o Paraguai. Mais 45 mil pacotes de cigarro fabricado no país vizinho e de comercialização proibida em território brasileiro foram interceptados pela PRF (Polícia Rodoviária Federal).

A carga foi apreendida na BR-163, em Dourados, a 233 km de Campo Grande. A apreensão ocorreu no sábado, mas só foi divulgada nesta segunda-feira (25).

O cigarro estava em um caminhão conduzido por Cleber Allan Vicente, 38, que tinha sido preso pela PRF em Dourados, em 2015, também por contrabando.

De acordo com a PRF, o caminhão tinha placa aparente de Barra do Garças (MT) e estava acoplado a um semirreboque com placa aparente de Iraceminha (SC). Logo após a abordagem, o condutor confessou que transportava cigarro.

Ele disse também que pegou a carreta já carregada em Mundo Novo, no extremo-sul do estado, e levaria até Campo Grande. O motorista revelou ainda que usava placas falsas para levar a carga. As verdadeiras do caminhão seriam de Guatambu (SC) e do semirreboque de Marechal Candido Rondon (PR).

As placas verdadeiras estavam dentro do caminhão para serem usadas na volta da viagem. Cleber disse que receberia R$ 2.800,00 pelo serviço. Ele foi preso e encaminhado com a carga para a Delegacia de Polícia Federal em Dourados.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions