A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

19/01/2016 15:13

Saúde lança amanhã plano de contingência do mosquito da dengue

Força-tarefa com apoio do Exército tenta reduzir incidência do transmissor de doenças, que chega a 4% na 2ª cidade de MS

Helio de Freitas, de Dourados
Mutirões contra mosquito já percorreram 15 mil imóveis neste ano em Dourados (Foto: Eliel Oliveira)Mutirões contra mosquito já percorreram 15 mil imóveis neste ano em Dourados (Foto: Eliel Oliveira)

Com 1.700 casos de dengue notificados em 2015 e 30 registrados na primeira quinzena de 2016, o município de Dourados, a 233 km de Campo Grande, lança nesta quarta-feira (20) o Plano de Ação Municipal para Contingência do Aedes aegypti 2016. As ações previstas no programa terão apoio do Exército e reforço de agentes de saúde contratados temporariamente para os mutirões nos bairros.

O lançamento será amanhã às 8h de, na Escola Municipal Armando Campos Belo, no Jardim Santa Brígida, onde a prefeitura realiza mais um mutirão de combate ao transmissor da dengue, chikungunya e zica vírus.

O Liraa (Levantamento do Índice Rápido de Aedes aegypti), realizado há duas semanas, mostrou que a infestação predial do mosquito é de 4,3% em média na cidade enquanto o preconizado pelo Ministério da Saúde é de 0,1%. Isso significa que o Aedes foi encontrado em quatro de cada cem casas vistoriadas.

De acordo com a prefeitura, durante o mutirão desta quarta-feira, os agentes vão vistoriar os imóveis e orientar os moradores. Depósitos com larvas do mosquito serão eliminados. Caçambas serão levadas para os bairros da região para retirada de lixo.

Neste ano, segundo o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), 400 depósitos de água parada com larvas do mosquito já foram localizados durante os mutirões e 300 notificações foram feitas a moradores que não cuidam dos quintais.

Conforme o CCZ, 15 mil imóveis já foram vistoriados em 2016 no Canaã III, Cohab II, Jardim dos Estados, Parque das Nações II, Água Boa, nas regiões do Jardim Flórida, Parque do Lago e Novo Horizonte.

Nesta terça-feira foi publicado o decreto responsabilizando gestores e entidades públicas municipais, estaduais e federais que não cuidarem dos prédios para impedir a proliferação do mosquito. Quem não cumprir o decreto será multado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions