ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, DOMINGO  24    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Segurança Pública usa helicóptero para monitorar presídios de MS

Sobrevoo com apoio de forças policiais em terra começou ontem e seguiu nesta quarta-feira após fugas em massa em São Paulo

Por Helio de Freitas, de Dourados | 18/03/2020 12:16
De helicóptero, policial armado observa momento na Penitenciária de Dourados (Foto: Divulgação)
De helicóptero, policial armado observa momento na Penitenciária de Dourados (Foto: Divulgação)

A Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública) confirmou nesta quarta-feira (18) que iniciou ações preventivas nas principais penitenciárias de Mato Grosso do Sul para evitar rebeliões e fugas em massa, como as ocorridas nesta semana em São Paulo.

Com helicóptero, policiais da Coordenadoria Geral de Policiamento Aéreo fizeram sobrevoos sobre unidades do sistema penitenciário em Campo Grande, na fronteira e em Dourados, onde fica o maior presídio de Mato Grosso do Sul, a PED, com pelo menos 2.700 presos.

Os sobrevoos começaram na tarde de ontem (17), conforme vídeos enviados ao Campo Grande News. A presença do helicóptero chamou a atenção de agentes penitenciários.

À reportagem, na tarde desta terça-feira, o secretário adjunto de Justiça e Segurança Pública Ary Carlos Barbosa disse se tratavam de ações preventivas. “Os presídios estão tranquilos e pacificados, porém a Sejusp e Agepen precisam fazer esses exercícios com os servidores”.

Em nota encaminhada hoje pela assessoria de imprensa, a Segurança Pública informou que devido aos episódios ocorridos em São Paulo, desencadeou o trabalho preventivo nos presídios. “Na Penitenciária Estadual de Dourados, a operação ocorreu na noite de ontem e hoje pela manhã. Ainda nesta quarta-feira (18), a operação foi realizada nos presídios de Campo Grande, Naviraí e Dois Irmãos do Buriti”, informou a Sejusp.

A operação contou com apoio das polícias Militar e Civil, DOF (Departamento de Operações de Fronteiras), Defron (Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteiras), Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), Batalhão de Choque, Coordenadoria Geral de Policiamento Aéreo e de policiais penais da Agepen (Agência Estadual do Sistema Penitenciário) na parte interna dos presídios.

Veja o vídeo:


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário