A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2019

11/01/2019 16:49

Servidor de 54 anos é preso por armazenar pornografia infantil

Em um pendrive, polícia encontrou foto de menina de sete anos usando apenas calcinha; criança é filha da namorada dele

Helio de Freitas, de Dourados

Um servidor público estadual de 54 anos de idade foi preso em Dourados, a 233 km de Campo Grande, por armazenar pornografia infantil. Em um pendrive dele, policiais militares encontraram fotos de uma menina vestindo só calcinha. A criança é filha da namorada do suspeito.

O homem, que não teve a identidade revelada, nega o crime e diz que armazenou a foto apenas “de brincadeira”. A polícia não tem ainda indícios de que ele tenha distribuído o material, o que agravaria o crime.

De acordo com a polícia, o servidor, que mora no Jardim Colibri, região sul da cidade, foi preso por uma equipe do Getam (Grupo Especializado Tático de Moto), da Polícia Militar após ceder o pendrive para um técnico fazer a atualização dos canais de TV por satélite.

O rapaz teria ido à casa do suspeito para fazer o serviço, mas como não conseguiu atualizar o sistema pediu o pendrive para baixar a atualização em uma lan house no Jardim Ouro Verde.

Pessoas que estavam na lan house viram a foto da criança no pendrive e chamaram a polícia. O rapaz negou envolvimento no caso e disse que pegou o pendrive na casa do servidor.

A PM foi ao local e prenderam o suspeito. O celular dele e um cartão de memória também foram apreendidos.

Na 1ª Delegacia de Polícia, o servidor negou o crime, mas foi autuado em flagrante por “adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente”. O crime é previsto no artigo 241-B do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

Como aparentemente ele não tinha compartilhado a foto, foi estipulada fiança de R$ 2 mil para que o suspeito possa responder ao processo em liberdade. Até esta tarde a fiança ainda não tinha sido paga. A pena prevista para esse tipo de crime é de um a quatro anos de prisão.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions