ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  18    CAMPO GRANDE 37º

Interior

Suposto integrante do PCC é ferido em atentado a tiros em Pedro Juan

Por Ricardo Campos Jr. | 20/01/2017 16:46
Strada em que as vítimas estavam foi atingida por 15 tiros de pistola (Foto: Porã News)
Strada em que as vítimas estavam foi atingida por 15 tiros de pistola (Foto: Porã News)

Roberto David Cardozo Rojas, 25 anos, foi em estado grave ao ser atingido por tiros na tarde desta sexta-feira (20) na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, que fica na fronteira seca com o Brasil em Ponta Porã. Ele era passageiro de um Fiat Strada conduzido por Anibal Santa Cruz Alarcon, 40 anos, que sobreviveu ao atentado.

Segundo informações do site Porã News, há indícios de que David estava envolvido em uma tentativa de homicídio contra um agente da PM (Polícia Militar) da cidade sul-mato-grossense.

Conforme o jornal local, Rojas tinha uma tatuagem de palhaço no braço, um código usado pelo PCC para identificar os “matadores de polícia”. O caso está sendo investigado pela polícia local.

A polícia local apurou que eles trabalhavam como montadores de móveis e estavam a caminho de um serviço quando foram interceptados por dois homens em uma moto. 

Eles deram mais de 15 tiros com pistola nove milímetros no automóvel e depois fugiram. Os disparos acertaram mais a região do passageiro, de modo que Rojas foi atingido por seis deles e ficou em estado grave. Já Anibal foi apenas atingido de raspão.

*matéria alterada às 19h10 para correção de informações

 

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário