A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

28/08/2016 11:13

Três turistas paulistas são autuados no mesmo dia por pesca predatória

Chloé Pinheiro
Peixes estavam fora da medida permitida por lei. (Foto: Divulgação) Peixes estavam fora da medida permitida por lei. (Foto: Divulgação)

Pelo menos três casos de pesca irregular foram registrados no último sábado (27), no Mato Grosso do Sul. Somadas, as cargas transportadas eram de 45 quilos de pescados fora da medida permitida por lei. O primeiro infrator, de 66 anos, de São Carlos (SP), levava 16 quilos de peixes em uma caixa térmica na sua caminhonete Ford F1000. 

O carro e a carga foram apreendidos e o homem foi multado em R$1.200. Depois, a polícia parou outro turista, de 53 anos, de Porto Fereira (SP). Em sua Chevrolet S10 haviam 10 quilos de peixes, sendo que vários estavam menores do que o recomendado na lei. Pelo crime ambiental, foi multado em R$900.

O terceiro infrator, de 60 anos, residente de Monte Aprazível (SP), também pilotava uma S10 e tinha a maior carga, 29 quilos de exemplares, boa parte deles fora da medida. Ele foi multado em R$1.270. Nos três casos, os espécimes foram pescados no Rio Aquidauana. 

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Taquarussu, na BR 262, autuou os homens em flagrante pelo crime, deu voz de prisão e foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Anastácio a 135 quilômetros de Campo Grande. Todos pagaram fiança e foram liberados em seguida. A pena para o crime de pesca predatória é de um a três anos de detenção. 

O pescado apreendido será doado para instituição de caridade depois de passar por perícia. A PMA intensifica o policiamento nessa época do ano porque, entre o final de agosto e o início de setembro ocorre o fechamento da pesca e o ínício da formação de cardumes, o que aumenta significativamente o número de pescadores nos rios do Estado. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions