ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  22    CAMPO GRANDE 23º

Cidades

Investigação aponta que dois foram mortos de “gaiato” em chacina

Por Graziela Rezende | 20/11/2013 09:33
Triplo homicídio no Santa Luzia. Foto: João Garrigó
Triplo homicídio no Santa Luzia. Foto: João Garrigó

O modo de agir dos bandidos, que cometeram uma chacina no bairro Santa Luzia, em Campo Grande, na noite de segunda-feira (18), intriga a Polícia. Segundo o delegado Fabio Peró, responsável pelas investigações, assim que anunciou o assalto, o atirador já “partiu pra cima” de uma das vítimas e a maioria dos tiros foram direcionados a ele. No entanto, nada foi levado.

“Investigamos o roubo, mas uma das hipóteses é que este crime se trata de um acerto de contas. Edgar José Duarte, 38 anos, foi o mais alvejado. O irmão dele, João Carlos Duarte, 26 anos, morreu porque foi intervir na discussão e Maurício Martins da Silva, 31 anos, que nem estava na roda de tereré e chegou por conta do tumulto, também foi atingido. Dos três, a suspeita é que dois morreram de gaiato”, afirma o delegado.

Até o início desta madrugada, o delegado conta que realizou buscas na região e já possui algumas pistas, não reveladas para não atrapalhar nas investigações. Sobre os bandidos, a Polícia já possui as características e até mesmo imagens da ação.

Em depoimento, muitas testemunhas também falaram sobre o comportamento um “pouco agressivo” de uma das vítimas. “Muitas pessoas falaram que Edgar era conhecido por emprestar dinheiro e trocar cheques. Na hora da cobrança, porém, ele seria bem exigente. Ele inclusive possui passagem por tentativa de homicídio”, diz o delegado.

A Polícia apreendeu os quatro celulares das vítimas, inclusive de uma mulher sobrevivente e ainda devolveu uma corrente, pertencente a João. “Em um primeiro momento não vamos pedir a quebra de sigilo telefônico, mas a hipótese não está descartada”, comenta o delegado, que inicia o segundo dia de investigações. Denúncias podem ser feitas pelo telefone (67) 3368 - 6634.

Crime - Os homens chegaram em um veículo VW Santana e realizaram 13 disparos, após anunciar o assalto. As vítimas tomavam tereré quando foram alvejadas e houve uma luta entre eles. A casa ficou cheia de marca de tiros.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário