A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

02/05/2013 14:59

Jacini diz que futuro de maníaco depende do resultado de exames

Nadyenka Castro e Viviane Oliveira
Dionathan, logo após ser entregue à Polícia brasileira. (Foto: Conesul News)Dionathan, logo após ser entregue à Polícia brasileira. (Foto: Conesul News)

Desde 2011 sem saber o destino para Dionathan Celestrino, 21 anos, que ficou conhecido como Maníaco da Cruz, o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública disse que o futuro do rapaz depende do resultado de exames.

De acordo com o chefe da Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), Dionathan está “provisoriamente” em uma delegacia de Polícia Civil, até que faça todos os exames psiquiátricos necessários.

Os resultados serão encaminhados ao Poder Judiciário “que irá decidir o que fazer com ele”. Conforme o secretário, as avaliações são para verificar o estado de saúde mental de Dionathan.

O rapaz foi apreendido em 2008, aos 17 anos, por três assassinatos em Rio Brilhante. O apelido veio porque deixava as vítimas em forma de cruz nos locais onde as matava.

Ele foi para Unei (Unidade Educacional de Internação) de Ponta Porã e de lá deveria sair em 2011, quando completou três anos internado. E foi aí que o impasse começou.

Laudo médico aponta que ele tem problemas psiquiátricos. A Justiça determinou a internação dele em clínica especializada, mas, o Estado não consegue nenhum local que o aceite. Já foram feitas consultas em 23 locais.

Dionathan ficou na Unei até o início de março deste ano. Ele fugiu e foi encontrado nesta semana no Paraguai, onde trabalhava e estudava. Nessa quarta-feira ele foi transferido para Campo Grande para realização de exames.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions