A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

28/02/2012 23:43

Lei de MS impede que empresas consultem SPC antes de contração

Elverson Cardozo

Aprovada ainda no governo Zeca do PT, lei 3.343 proíbe o “tratamento discriminatório por inadimplência no ato de admissão de emprego ou cargo público”.

Decisão do TST (Tribunal Superior do Trabalho) que autoriza empresas a consultarem o SPC ou Serasa antes de contratarem empregados não deve atingir Mato Grosso do Sul, isto porque o Estado já tem uma lei própria que impede esse tipo de procedimento.

Aprovada ainda no governo Zeca do PT, a lei 3.343, de autoria do deputado estadual Pedro Kemp, existe desde o dia 22 de dezembro de 2006. Para o autor, a decisão do TST – divulgada na quinta-feira (23) - é discriminatória e favorece as empresas.

O assunto gerou debate nesta terça-feira (28), na Assembléia Legislativa.

“Considero isso uma discriminação aos trabalhadores inscritos nesses cadastros, que não terão oportunidades de regularizar sua situação caso não tenham acesso ao trabalho”, afirmou Pedro Kemp, durante pronunciamento.

Apesar de ser contra ao parecer do órgão, Pedro Kemp acredita que a decisão pode abrir caminho para que a lei estadual seja questionada. A esperança, segundo o deputado, é de que o Congresso Nacional aprove projeto proibindo essa prática em todo o território nacional.

Lei – A lei 3.343, sancionada pelo então governador José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, entrou em vigor no dia 22 de dezembro de 2006.

No texto, a proibição do “tratamento discriminatório por inadimplência no ato de admissão de emprego ou cargo público no âmbito de Mato Grosso do Sul e dá outras providências”.

O descumprimento da lei pode incorrer em penalidades administrativas.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...


Se, para ser Deputado o insignificante Pedro Kenps vai ter que apresentar seus antecedentes - FICHA LIMPA - e até mesmos os Procuradores e Juizes tem que apresentar "atestados de bons antecedentes" para terem seus nomes aprovados nos concursos públicos, PORQUE o trabalhador não pode ser qustionado sobre seus antecedentes? Se o insginifcante deputado tiver resposta pra isso, então que se aplique.
 
Hugo Gomes em 29/02/2012 08:43:45
Veja bem, como que um desempregado vai conseguir pagar suas contas?

Usem a cabeça e parem de se preocupar com o carnaval e com o que vai acontecer com a Teresa Cristina....
 
Ricardo Mathos em 29/02/2012 01:22:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions