A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

02/02/2013 11:11

Liminar determina que 50% dos vigilantes voltem ao trabalho

Francisco Júnior
Greve foi deflagrada ontem. (Foto: Rodrigo Pazinato)Greve foi deflagrada ontem. (Foto: Rodrigo Pazinato)

O desembargador do TRT/MS (Tribunal Regional do Trabalho), Márcio Vasques Thibau de Almeida, determinou que 50% dos vigilantes que estão em greve voltem ao trabalho com multa diária prevista no valor de R$ 20 mil caso de não cumprimento da ordem judicial.

Ontem (1), a empresa Brinks de transporte de valores ingressou com uma liminar contra o sindicato dos vigilantes de Campo Grande e Naviraí.

Na ação, a empresa informou que considera abusiva a decisão da categoria porque estavam iniciando as negociações
para novo instrumento coletivo, além de se tratar de paralisação de atividades essenciais exercidas pelos vigilantes.

A empresa solicitou ainda na ação a permanência de 70% do efetivo dos vigilantes patrimoniais, inclusive os que atuam em carros-fortes, com a devida organização das escalas determinadas.

Na justifica da decisão, o magistrado informou que a “greve eclodiu antes de iniciadas as negociações, fato que denota seu caráterintimidatório, distanciando-se do legítimo direito de greve constitucionalmente assegurado”.

A categoria deflagrou greve nesta sexta-feira (1), porque as empresas não estão cumprindo a Lei 12.740, que prevê o pagamento do novo adicional de periculosidade da categoria, que teve um reajuste de 15% para 30% desde o dia 10 de dezembro de 2012. Em Campo Grande são cerca de 4 mil profissionais que trabalham no setor. Em todo Estado, esse número chega 12 mil.

O desembargador deu um prazo de cinco dias para os dois sindicatos apresentaram uma contestação.

Ontem, a greve prejudicou o atendimento nas agências bancárias de Campo Grande. Algumas optaram por não abrir devido a falta de vigilantes.



Trabalhador é tratado assim nesse País. Já bandidos não tem decisões judiciais tão rápidas assim. Alguma coisa está errada aí. E isso repercute para todos nós. Embora não sendo vigilante, tenho uma preocupação a respeito desses fatos.
 
Mauro Cunha em 02/02/2013 13:05:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions