A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

14/01/2008 22:45

Manobra transforma viagem de João Arcanjo em passeio

Redação

Uma manobra do advogado de defesa Zaid Arbid transformou a viagem do bicheiro João Arcanjo Ribeiro, o "Comendador Arcanjo", do Presídio Federal de Campo Grande a Cuiabá (MT), em um verdadeiro passeio. Escoltado por um forte esquema de segurança, Arcanjo iria acompanhar a audiência de testemunhas de defesa de um dos processos que investigam as acusações de que comandava o jogo do bicho de dentro do Pascoal Ramos. Mas, conforme o jornal Diário de Cuiabá, Arcanjo ficou poucos minutos na sala de audiência e, depois, foi levado para o presídio Pascoal Ramos, onde passa a noite.

Zaid disse ao juiz que a presença de João Arcanjo na audiência de testemunhas prejudicaria o pedido de nulidade do depoimento feito em Campo Grande, o que causaria grande demora no processo. O advogado argumenta que Arcanjo não foi intimado em tempo hábil para acompanhar o ato processual.

O juiz Rondon Bassil optou por desmembrar o processo, separando as acusações que pesam sobre João Arcanjo das de outros réus como o genro do bicheiro Geovane Zem Rodrigues. O juiz decidiu também anular a polêmica audiência da semana passada e remarcou o depoimento para o dia 24 de janeiro, em Campo Grande, através de carta precatória.

O bicheiro perdeu o último vôo para Campo grande foi levado para o presídio Pascoal Ramos, onde passaria a noite.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions