A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

03/06/2011 10:08

Mato Grosso do Sul recebeu repasse de R$ 9,6 milhões para a Saúde

Vanda Escalante

Recursos foram repassados em maio pelo Fundo Nacional de Saúde, beneficiando os 78 municípios

O Ministério da Saúde está divulgando a transferência de R$ 9,6 milhões para Mato Grosso do Sul, efetuada no período de 25 a 31 de maio. O Fundo Nacional de Saúde fez o repasse aos 78 municípios do Estado, por meio dos fundos estadual e municipais de Saúde.

O repasse dos recursos foi distribuído da seguinte forma: R$ 943 mil para a Atenção Básica, R$ 571 mil pelo bloco da MAC (Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar), R$ 5,4 milhões pela Vigilância em Saúde e R$ 2,7 milhões para Assistência Farmacêutica.

Para Campo Grande, foram repassados R$ 6,4 milhões. Deste total, Atenção Básica contou, no período, com R$ 26.175, sendo R$ 20 mil para os Núcleos de Apoio à Saúde da Família e o restante para a Compensação de Especificidades Regionais – recursos para o planejamento de ações de acordo com a necessidade da população local. O bloco de Atenção Básica tem como finalidade o financiamento de ações básicas de saúde e de programas como Saúde da Família, Agentes Comunitários de Saúde, Saúde Bucal, entre outros.

Pelo bloco MAC, o repasse foi de R$ 40 mil para o Fundo Estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul, referente ao financiamento aos Centros de Referência em Saúde do Trabalhador e R$ 210.700 para o Fundo Municipal de Saúde de Campo Grande, para serem empregados no CEOs (Centro de Especialidades Odontológicas) e Samu (Serviço Móvel de Atendimento de Urgência).

Pelo bloco Vigilância em Saúde, ainda referente à capital, o Fundo Estadual recebeu R$ 1,8 milhão e R$ 1,61 milhão foi para Fundo Municipal. Os recursos deste bloco são destinados à prevenção da saúde da população no âmbito da vigilância sanitária, epidemiológica e ambiental em saúde. Combate ao mosquito transmissor da dengue, registro de câncer de base populacional e campanhas de vacinação integram esse bloco.

Ainda dentro das transferências para Campo Grande, o programa de Aquisição de Medicamentos Excepcionais contou com o repasse de R$ 2,72 milhões dentro do bloco da Assistência Farmacêutica. Este bloco transfere valores para a compra de medicamentos e insumos da atenção básica e também de alto custo, como medicamentos para tratamento de Alzheimer, osteoporose, cardíacos crônicos, entre outros.

Outras cidades que tiveram recursos em destaque foram: Dourados (R$ 446.857,67), Corumbá (R$ 287.620,07), Três Lagoas (R$ 204.065,82), Ponta Porã (R$ 181.646,51) e Aquidauana (R$ 116.037,48).

(Com informações da Agência Saúde- Ministério da Saúde)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions