A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

04/01/2008 10:50

Matrícula aos cinco anos incha escolas públicas

Redação

A decisão da Justiça que permitiu a matrícula de crianças de cinco anos no ensino fundamental provocou aumento nas matrículas na rede pública a ponto de obrigar a prefeitura de Campo Grande a reprogramar sua estrutura para atender o aumento de estudantes. Diante de uma previsão de um contingente de alunos 13% maior do que o do ano passado, anexos estão sendo alugados, novas salas de aula serão construídas, um concurso público vai ser realizado e, até que os professores estejam contratados, outros devem ser chamados no sistema de convocação.

Pelos dados apresentados pela secretaria municipal de educação, Maria Cecília Amêndola, já são 85 mil matrículas na Reme (Rede Municipal de Ensino). Dessas, 65 mil são de alunos que já estão na rede e 20 mil são de novos alunos. Das novas matrículas, cerca de 15 mil são de estudantes da primeira série do ensino fundamental, ou seja, 78% do total. E entre as inscrições para o primeiro ano, pela estimativa da secretaria, 80% são de crianças com cinco anos, o que comprova o impacto da decisão da justiça que permitiu a entrada no ensino regular com essa idade.

Os dados ainda não definitivos, porque ainda falta uma segunda fase de inscrições de novos alunos, mas a secretaria acredita que o número vá fechar nos 85 mil por conta de eventuais desistências quando foram designadas definitivamente as vagas.

Na rede estadual de ensino, onde a pré-matrícula de novos alunos acaba hoje, só em Campo Grande foram mais de 2 mil matrículas para o primeiro ano do ensino fundamental, e entre elas 1,4 mil, ou 60%, são de crianças de 5 anos.

Solução - Na prefeitura, a alternativa imediata para acomodar tantos alunos novos foi alugar anexos, enquanto não ficam prontas salas de aula que estão sendo construídas. Estão sendo erguidas três novas escolas, duas delas em tempo integral com previsão de começar a funcionar no segundo semestre, outras 24 unidades estão recebendo obras de reforma ou ampliação, ou as duas coisas. Conforme a secretaria, além dessas, que já estavam previstas, foi determinado pelo prefeito Nelson Trad Filho, diante do quadro de procura maior, que mais 9 escolas tivessem ampliação.

Maria Cecília comentou que, além do impacto por causa da decisão da justiça, o aumento de alunos na Reme também se deve a outros fatores, ligados à qualidade de ensino oferecida. A secretaria citou que todos os professores têm curso superior e que estão sendo incentivados a fazer pós-graduação, bancada pela prefeitura. Após ultrapassar esse nível de ensino, lembra, o plano de cargos e carreira prevê acréscimo de 10% nos salários.

Ainda de acordo com a secretaria, para atender a demanda de mais alunos, um novo concurso está sendo preparado pela secretaria de Admistração. A previsão é que o edital seja divulgado na semana que vem. O número de vagas ainda não está definido. Como não haverá tempo hábil para os professores começarem a lecionar, outros devem ser contratados em sistema de convocação até lá.

Em relação ao espaço físico, 16 anexos estão sendo locados pela prefeitura, informou a secretaria. Eles devem ser usados até serem concluídas as obras de ampliação das escolas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions