A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

31/07/2009 10:28

Menino de 13 anos é morto por engano na Capital

Redação

Um menino de 13 anos foi assassinado ontem, por engano, na periferia de Campo Grande. A vítima não tinha passagem pela Polícia e segundo relatos, morreu no lugar do primo.

Janderson Rael Silva de Melo morreu na Santa Casa, depois de ser atingido por um tiro na cabeça no Bairro Lagoa Parque, região do Coophavilla II.

Ele estava no portão de casa, na Rua Lagoa Santa, quando dois homens não identificados chegaram em uma motocicleta e dispararam contra o garoto.

De acordo com Elizabete da Conceição Gomes, de 39 anos, o motivo do crime seria ciúmes, mas o alvo era o primo de Rael, Juliano de Lima, o "Foguinho", que namorou com a filha dela, uma garota de 16 anos.

A doméstica conta que o namoro já havia terminado, mas "Foguinho" sempre aparecia na casa acompanhado do primo Rael. Ela tem certeza que o crime foi uma execução e tinha como alvo o ex-genro. Elizabete acredita que a ex-mulher de "Foguinho" foi quem mandou executar o crime por ciúmes da filha.

"Ela tinha avisado para minha filha que ele iria morrer e quem estivesse com ele aqui não iria escapar", justifica. Segundo Elizabete, Rael era um bom menino e não tinha envolvimento com a criminalidade.

De mudança - "Foi uma tragédia. Esse menino morrer assim em frente a minha casa. Ele era uma criança", diz acrescentando que se sente ameaçada na casa e pretende vender o imóvel. "Não quero mais ficar aqui. Tenho medo do que possam fazer comigo e com minhas filhas".

O crime ocorreu às 20h20. Na frente da casa estava Rael, o primo e duas adolescentes. Três deles haviam acabado de entrar quando a dupla chegou efetuando os disparos.

Um dos tiros atingiu a cabeça do adolescente que caiu próximo ao portão da casa. Ele foi socorrido e encaminhado à Santa Casa, mas não resistiu e morreu.

Do início do ano até agora onze adolescentes de 13 a 17 anos foram assassinados em Campo Grande. A maioria deles, tinha passagem pela Polícia.

Criminalidade

Dois empregadores do MS estão em 'lista suja do trabalho escravo'
Dois empregadores de Mato Grosso do Sul constam na lista de empregadores que foram atuados por manterem funcionários em condições consideradas análog...
Continua aberto agendamento online para Semana da Conciliação do TJMS
O TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) continua com agendamento online aberto para a Semana da Conciliação 2017, que será realizada de 2...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions