A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

15/09/2016 19:57

MS segue como o estado com maior índice de violência contra índios

Nyelder Rodrigues
Dados foram apresentados nesta quinta-feira em Brasília (Foto: Divulgação/Cimi)Dados foram apresentados nesta quinta-feira em Brasília (Foto: Divulgação/Cimi)

Mato Grosso do Sul segue sendo o estado que mais registra casos de violência contra indígenas em todo o país, conforme relatório do Cimi (Conselho Missionário Indigenista), publicado nesta quinta-feira (15) em Brasília (DF). O documento é referente a 2015 e aponta que, no período, 20 índios foram assassinados no Estado.

O estudo aponta que 54 indígenas foram assassinados registrados no Brasil. Os estados que aparecem logo atrás de Mato Grosso do Sul nesse quesito são Tocantins, com seis mortes, e Paraná e Bahia, ambos com cinco casos registrados.

Além disso, 12 tentativas de homicídio e lesões corporais de índios ocorreram em Mato Grosso do Sul em 2015. O total de casos de violência contra a pessoa registrados no Estado é de 51 casos - o país somou 182 casos. Já o total de casos verificados por omissão do poder público - como a falta de assistência na saúde - chega a 13.

Mato Grosso do Sul também aparece com um dos maiores índices de mortalidade infantil, com 46 óbitos registrados no DSEI (Distrito Sanitário Especial Indígena) local - fica em quarto lugar. A soma de casos no país é de 599.

Analisando o coeficiência de mortalidade infantil registrado no Estado, ele é duas vezes maior que a média nacional. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no Brasil a média em 2013 era de 13,82 por mil nascidos vivos. O Cimi indica que no Mato Grosso do Sul, o número é de 26,35 por mil nascidos vivos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions