A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Janeiro de 2018

16/01/2015 18:00

Número de roubos cresce 11% em janeiro e PM atribui ao tráfico de drogas

Filipe Prado

Mato Grosso do Sul ainda é rota do tráfico de drogas, por conta da divisa com o Paraguai, o que aumentou no número de usuários. Por conta disso, conforme o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Deusdete Souza de Oliveira Filho, o número de ocorrências de roubos no Estado aumentou neste ano e bateu o recorde registrado no ano passado.

Segundo dados da Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), o número de roubos em Campo Grande cresceu 11,8% em 2015, comparado-se ao mesmo período do ano passado. Foram registados 236 roubos neste ano e 211 em 2014.

No interior do Estado o crescimento também é aparente. Foram 150 ocorrências no ano passado e 153 no mesmo período de 2015. No Estado, foram registrados 389 roubos nos primeiros 15 dias do ano.

“O aumento se dá, pois no ano passado eramos rotas do tráfico de drogas. Atualmente, além de ser rota, somos um dos estados com o maior consumo de crack e cocaína”, explicou o comandante. Em sua maioria, quem comete os roubos são os usuários que precisam sustentar o vício.

O comandante afirmou que a partir deste ano a Polícia Militar, em conjunto com outros órgãos, irão realizar uma fiscalização maior em presos que estão em livramento condicional. “É uma forma de ter controle e saber como estão se relacionando”, comentou.

Deusdete admitiu que o sistema prisional do Estado tem recebido um número maior de presos sem antecedentes criminais, já que muitos roubam para poder sustentar o vício.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions