A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

07/07/2009 14:21

Operação da PF prendeu 41 por prejuízo de R$ 20 milhões

Redação

Coordenador da Operação Owari, o delegado da Polícia Federal Bráulio Galoni, afirmou que a organização criminosa chefiada por Sizuo Uemura deu prejuízo de aproximadamente R$ 20 milhões aos cofres públicos das prefeituras da região, principalmente, Dourados e Ponta Porã.

Durante entrevista coletiva, ele confirmou que 41 pessoas foram presas, sendo que quatro tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça. Ele não divulgou os nomes dos envolvidos no esquema que também envolve empresários.

De acordo com Galoni, o grupo fraudava licitações em diversas áreas, incluindo a área de saúde, há cerca de 40 anos. Para perpetuar o esquema, que passava de uma administração para outra, o grupo de Uemura cooptava servidores públicos municipais.

Além de Dourados, segunda maior cidade do Estado, e de Ponta Porã, o quinto maior município, a quadrilha mantinha esquema em outras prefeituras da região, incluindo o município de Naviraí.

Cerca de 300 policiais federais participaram da operação, que apreendeu veículos, documentos e até dinheiro. A quantia apreendida não foi divulgada.

O delegado da PF, que comanda a operação junto com as promotoras de Justiça, Cristiane Amaral Cavalcante e Cláudia Loureiro Ocariz Almirão, nem sequer confirmou os 41 nomes dos empresários, secretários e vereadores presos na região sul de Mato Grosso do Sul, 32 só de Dourados.

Família Uemura

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions