ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, DOMINGO  03    CAMPO GRANDE 29º

Cidades

Peró faz proposta para que acadêmicos deixem prédio

Redação | 22/08/2008 20:57

O reitor da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Manoel Catarino Peró resolveu negociar com os acadêmicos a desocupação do prédio da reitoria, em troca do adiamento das eleições para reitor, marcada para a próxima segunda-feira.

O comunicado foi feito aos acadêmicos por meio do assessor de reitor, Ademar Macedo, e do chefe de gabinete da reitoria, Robert Schiaveto de Souza.

Segundo o que eles informaram ao Campo Grande News, Peró  aceita adiar as eleições marcadas para o dia 25, caso os acadêmicos deixem o prédio e retirem todas as barracas instaladas em torno da reitoria, até o meio-dia deste sábado.

Peró promete ainda reconvocar o Coun (Conselho Universitário) para discutir o processo eleitoral.

Em resposta, os acadêmicos se reuniram em assembléia para tirar uma posição, mas definiram que querem só aceitam a proposta mediante um documento assinado pelo reitor.

Invasão - Até hoje, os estudantes só estavam acampados no acesso à reitoria, mas no final da tarde entraram no prédio. A invasão ocorreu por volta das 17 horas, após os alunos retirarem os pinos da porta que separa a recepção da reitoria, onde permancem acampados.

Os alunos, cerca de 40 acadêmicos, optaram por permanecer no saguão e bloquearam a escada que dá acesso ao gabinete.

A Polícia Federal foi acionada por haver denúncia de que houve danos ao prédio com a ocupação. Após verificar as condições do prédio, o delegado da PF, Marcius Fernando, avaliou que não houve dano ao local.

O delegado disse ainda, que a PF deve investigar a denúncia feita pelos acadêmicos de que houve retirada de documentos de dentro da reitoria por parte de funcionários durante a invasão.

Nos siga no Google Notícias