A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

13/09/2009 08:39

Pesquisa constata problemas em orelhões da OI na Capital

Redação

Levantamento realizado pela ABCCON/MS (Associação Brasileira da Cidadania e dos Consumidores de Mato Grosso do Sul) constatou problemas nos telefones de uso público, conhecidos como orelhões, da OI (antiga Brasil Telecom) em Campo Grande. A pesquisa ainda foi realizada nas capitais de São Paulo, Porto Velho, Recife e Belo Horizonte.

As concessionárias de telefonia fixa não estão cumprindo fielmente com o Regulamento de Características de Funcionamento do Telefone de Uso Público do STFC, definida pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

Na Capital, conforme a ABCCON/MS, foram analisados 125 telefones de uso público em vários bairros. A primeira irregularidade foi a veiculação de publicidade nos orelhos, o que contraria orientação da Anatel.

Outro problema foi que os orelhões não estão em bom estado de uso, como pixados, enferrujados, aparelhos quebrados e com problemas técnicos.

Os equipamentos também não estão com informações sobre o acesso a serviços de emergência, avisos de procedimentos para reclamações e as normas da Anatel.

Celular - Hoje, o valor da assinatura básica da telefonia fixa de R$ 40 inviabiliza o acesso da maior parte da população, que acaba recorrendo ao celular pré-pago, que é muito mais caro, segundo o Idec (Instituto de Defesa do Consumidor).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions