ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  19    CAMPO GRANDE 22º

Cidades

Policiais fecham casa de prostituição na Cidade Morena

Por Redação | 15/08/2009 07:23

Policiais militares fecharam na madrugada deste sábado, por volta da 1h40, um bar que supostamente funcionava como casa de prostituição na Vila Cidade Morena, na saída para São Paulo, em Campo Grande.

O proprietário, Enoque Campos Silva, o Baixinho, foi indiciado por rufianismo e manter casa de prostituição. Este é a segunda vez que o Toa Toa Bar é autuado pela polícia.

Segundo o boletim de ocorrência, o alvará de funcionamento do local era para outra atividade. Os policiais constataram que o local funciona como exploração de jogos de sinuca e bilhar e casa de prostituição.

Mulheres ficam no imóvel, composto de três quartos e sala de estar, em roupas sensuais. Uma confirmou à polícia que cobra R$ 60, em média, por programa sexual. Um cliente também destacou que o bar era local de prostituição.