A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

20/05/2018 17:58

Prazo para agendamento de perícia no INSS termina nesta segunda-feira

Em Mato Grosso do Sul, são 1.315 beneficiários convocados. O não agendamento ocasionará na suspensão do pagamento.

Anahi Gurgel
Fachada da Previdência Social em Campo Grande. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)Fachada da Previdência Social em Campo Grande. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Termina nesta-segunda-feira (21) o prazo para os 1.315 beneficiários convocados de Mato Grosso do Sul agendarem perícia para continuar recebendo o auxílio-doença pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social. A convocação pelo Governo Federal integra a revisão dos benefícios por incapacidade, divulgada no mês de abril.

Foram chamados os beneficiários não encontrados por alguma inconsistência no endereço e quem recebeu a carta, mas não agendou a perícia no prazo determinado. Se o agendamento não for feito, o pagamento ficará suspenso até a regularização da situação.

Em todo o País, foram 59,118 mil convocados. Quem teve o nome publicado no dia 30 de abril teve 15 dias corridos para tomar ciência da publicação e mais 5 dias para agendar a perícia. 

A marcação deve ser feita pelo telefone 135. 

A partir da suspensão, o beneficiário tem até 60 dias para procurar o INSS e agendar a perícia. Se não procurar o INSS no prazo, o benefício será cancelado. Na data marcada para a realização da avaliação, o segurado deve levar a documentação médica que justifique o recebimento do benefício, como atestados, laudos, receitas e exames.

O objetivo do pente-fino do governo federal, iniciado em 2016, é fazer uma avaliação para verificar se essas pessoas ainda fazem jus ao benefício. Passarão pela revisão os beneficiários de auxílio-doença que estão há mais de dois anos sem passar por uma perícia médica e para os aposentados por invalidez com menos de 60 anos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions