A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

14/10/2009 17:30

Preso suspeito de executar jovem com 12 tiros

Redação

Charles Pena da Silva, 23 anos, o "Charlinho" foi preso suspeito de executar com 12 tiros o ajudante de serralheiro Fernando Henrique Bittencourt, também de 23 anos. O crime ocorreu na noite de 07 de setembro, na Rua dos Cardeais, Jardim Planalto, em Três Lagoas, município distante 339 quilômetros de Campo Grande.

Segundo matéria do site da Rádio Caçula, Bittencourt trafegava com a motocicleta Honda placa CMV-1795, pela Rua dos Cardeais, e, ao chegar no cruzamento com a Rua José Teixeira da Silva, foi atingido nos braços, cabeça, costas e nuca.

Depois que a Polícia identificou o jovem apontado como autor dos disparos, a Justiça de Três Lagoas decretou a prisão temporária de "Charlinho", que é conhecido por envolvimento em roubos.

Silva foi preso na própria casa, que é no mesmo bairro onde ocorreu o crime. Ele dormia quando foi cumprido o mandado de prisão.

No local foram apreendidos um tablete de maconha, que estava na geladeira, e 25 munições de calibre 380.

Segundo a Polícia, além do assassinato de Bittencourt, Charlinho é acusado de roubar o malote de R$ 1.260 do Posto São Paulo, no dia cinco deste mês, e do assalto à casa do proprietário de um posto de combustíveis ocorrido na tarde do dia 24 de agosto, quando foram subtraídos cinco relógios, duas correntes de ouro e uma tornozeleira de ouro. O jovem nega participação em todos os crimes.

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions