A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

29/04/2015 21:05

Protesto dos servidores termina sem reunião com presidente do TJMS

Daniel Machado
A paralisação de aproximadamente 500 servidores do Judiciário ocorreu durante todo o dia de hoje (29), em Campo Grande. (Foto: Divulgação)A paralisação de aproximadamente 500 servidores do Judiciário ocorreu durante todo o dia de hoje (29), em Campo Grande. (Foto: Divulgação)

O protesto dos servidores do Poder Judiciário estadual terminou sem reunião entre o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), desembargador João Maria Lós, e os diretores do Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário (Sindijus-MS). A categoria não aceitou a proposta do dirigente de enviar apenas três representantes para o encontro. 

Durante o protesto no Parque dos Poderes, os 500 funcionários presentes, segundo a entidade sindical, rejeitaram a proposta de enviar três pessoas e queriam que toda a diretoria participasse do encontro. 

A tentativa de reunião com o desembargador João Maria foi intermediada pelo juiz auxiliar da presidência, Luiz Antonio Cavassa de Almeida, que conversou com os diretores sindicais e alguns servidores na parte externa do Tribunal.

Com as negociações emperradas, já que não houve retorno sobre a proposta protocolada há 60 dias, o sindicato decidiu convocar nova assembleia geral no dia 9 de maio para deliberar sobre paralisação ou nova greve por 24 horas. 

A paralisação de aproximadamente 500 servidores do Judiciário ocorreu durante todo o dia de hoje (29), em Campo Grande, com início às 8 horas no Fórum Heitor de Medeiros. Por volta das 13 horas os servidores seguiram em carreata e buzinaço, com mais de 30 veículos e dois ônibus até o prédio do Tribunal de Justiça, onde ficaram até às 17h.

O Tribunal de Justiça alega que os servidores tiveram reajuste salarial de 27,31% nos últimos quatro anos. Em nota, o órgão alega que a categoria tem jornada diária de seis horas. Também cita que o cargo oferece um dos melhores salários e de que o último concurso atraiu 4 mil candidatos.

O TJMS argumentou vai pagar abono de R$ 200 aos funcionários, que será incorporado aos salários no próximo ano. O aumento nos vencimentos neste ano será de 7% a 17%. 

Governo sanciona abono salarial aos servidores do Poder Judiciário
O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) sancionou hoje (23), em Diário Oficial do Estado, a concessão de abono salarial no valor de R$ 200,00 mensais a...
Governo concede reajuste aos servidores do Poder Judiciário
O governo estadual sancionou o reajuste dos vencimentos aos servidores do Poder Judiciário, que estabelecem os percentuais de 6,23% de revisão geral ...
Poder Judiciário não terá expediente nos dias 02 e 03 de abril
Em virtude dos feriados da Semana Santa, não haverá expediente no Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul nos dias 2 e 3 de abril, quinta e sexta-feir...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions