A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

16/05/2009 19:10

Queimadas deixam Corumbá encoberta pela fumaça

Redação

Corumbá (426 km de Campo Grande), que enfrenta dois meses de estiagem, está encoberta pela fimaça das queimadas no Pantanal. Não é por menos: a cidade lidera o ranking de queimadas em Mato Grosso do Sul com média de 17,8 focos de queimadas por dia.

A fuligem das queimadas deixou rastros de sujeira nas ruas, calçadas e casas. "Foi impossível lavar roupa hoje e estender no varal. As peças num instante ficavam sujas. Era perda de tempo e acabei desistindo de fazer o serviço. Vai acumular tudo, mas fazer o quê?", disse a dona de casa Áurea Costa ao site Diarionline.

A comerciária Rosa Silva viu a varanda tomada pela fuligem. "Pior que não adianta nem limpar, porque as cinzas continuam caindo. Esse tempo também afeta a nossa saúde. Está muito seco, fica difícil até respirar. Aqui em casa, estou colocando vasilhas com água em tudo quanto é canto. São Pedro precisa mandar logo a chuva pra gente", afirmou.

Somente nesta primeira quinzena de maio, foram 551 focos de incêndios florestais em Corumbá, segundo o monitoramento da Divisão de Satélites e Sistemas Ambientais do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos, vinculado ao Inpe (Instituto de Pesquisas Espaciais). Ao longo do ano, foram 2.406 focos de queimadas na cidade.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions