A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018

01/11/2010 17:37

Sindicalistas de MS pedirão redução de jornada a Dilma

Redação

A redução de jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais de trabalho e uma ampla reforma tributária no país são duas das principais reivindicações do movimento sindical brasileiro à presidente eleita Dilma Rousseff (PT), de acordo com Estevão Rocha dos Santos, vice-presidente da Força Sindical Regional Mato Grosso do Sul.

Segundo ele, as centrais sindicais e as confederações nacionais de trabalhadores estão empenhadas em apoiar o novo governo brasileiro para que o país alcance novos patamares de crescimento. Estevão acredita que a reforma tributária facilitará o processo.

A redução de jornada para 40 horas semanais, segundo Estevão Rocha, permitirá que as empresas formem novos quadros de funcionários, proporcionando maior distribuição de renda e gerando mais empregos.

Em Mato Grosso do Sul a Força Sindical, CTB (Central dos Trabalhadores do Brasil), CGTB (Central Geral dos Trabalhadores do Brasil) e CUT (Central

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions