A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

24/06/2009 15:42

STJ já negou habeas corpus para Fahd Jamil por lavagem

Redação

O advogado do empresário Fahd Jamil, Renê Siufi, afirmou que ele aguarda o julgamento de habeas corpus pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) para deixar de ser considerado foragido. Ele recorreu ao TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) contra a condenação a 12 anos e seis meses por lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

No entanto, o empresário, que foi absolvido nesta segunda-feira da acusação de tráfico internacional de drogas, já teve um pedido de liberdade rejeitado pelo STJ. O ministro Nilson Naves rejeitou o pedido em 14 de abril do ano passado.

Siufi destacou que não tem prazo para o recurso ser julgado pelo TRF3. Contudo, ele está otimista e esperava a absolvição do seu cliente. Fahd Jamil foi condenado em 18 de dezembro de 2006 por lavagem de dinheiro pelo juiz federal Odilon de Oliveira.

"Não houve crime de evasão de divisas", alertou Renê Siufi. Ele afirmou que não tem previsão para a conclusão do julgamento do habeas corpus e da anulação da sentença.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions