A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Agosto de 2018

19/03/2011 15:47

Sul-mato-grossense que vive no Japão relata tremor de terra e mudança de rotina no país

Jorge Almoas
Família de Magno tenta manter a rotina, mesmo com tumulto trazido pelo terremoto (Foto: Arquivo Pessoal)Família de Magno tenta manter a rotina, mesmo com tumulto trazido pelo terremoto (Foto: Arquivo Pessoal)

Na última semana, o mundo acompanha as notícias da tragédia que se abateu sobre o Japão, atingido por terremoto de magnitude 8.9 graus na escala Richter e que provocou um tsunami, arrasando cidades inteira.

Um sul-mato-grossense que mora no país oriental contou ao Campo Grande News que a vida tenta voltar ao normal, mesmo nos lugares não atingidos pela onda de destruição. Magno Carrilho mora em Kanagawa, cidade há duas horas da capital Tóquio.

Ele relata que os tremores de terra ainda são constantes, mas com menor intensidade. “De vez em quando treme, mas não é muito significativo”, disse.

A rotina da família de Magno permanece quase inalterada. “Vou ao trabalho normalmente e minha esposa também”, afirmou.

As aulas dos filhos Soon He e Sun Ho sofrem com a falta de energia em alguns dias. “Quando não tem energia, a escola avisa antes. Os trens também param em determinado período. Mas o povo japonês é muito tranqüilo, organizado e preparado”, comenta.

Sobre a nuvem radioativa criada após os acidentes na usina nuclear de Fukushima, Magno se mostra calmo. “Estamos longe do problema, graças a Deus”.

O sul-mato-grossense mora há 19 anos no Japão.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions