ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEGUNDA  23    CAMPO GRANDE 26º

Cidades

Suspeito de matar tatuador é solto após 8 dias na cadeia

Por Redação | 03/09/2008 16:59

O empresário Miguel Bacargi Filho, suspeito de ter mandado executar o tatuador Luciano Estevão dos Santos, o Johnny, foi solto às 16 horas de hoje, por força de liminar do desembargador Claudionor Miguel Abess.

O advogado de Bacargi, Valdir Custódio da Silva, entrou com pedido de habeas corpus na manhã de hoje, alegando que não existe a necessidade de prisão, uma vez que Bacargi tem colaborado com as investigações há seis meses.

Nos siga no Google Notícias